Secretaria de Saúde de MG discute estruturação das redes de apoio diagnóstico em análises clínicas


O secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Antônio Jorge de Souza Marques, e o diretor de Sistemas Logísticos e de Apoio às Redes da SES, Luiz Fernando Freesz, se reuniram com representantes da Diretoria da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas de Minas Gerais (SBAC-MG), do Sindicato dos Laboratórios de Análises Clínicas de Minas Gerais, da diretoria da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial e do Instituto Hermes Pardini para validar a Política Pública de implantação da Rede de Apoio Diagnóstico em Análises Clínicaspara o Estado de Minas Gerais.
Essa política visa a otimização de recursos e a eficiência na atenção prestada aos usuários do Sistema ??nico de Saúde (SUS) e é fundamentada nos princípios de escala, escopo, qualidade e acesso. O projeto é inovador, tanto em Minas Gerais, quanto no resto do país.
A reunião objetivou discutir a estruturação da Rede de Apoio Diagnóstico dos exames laboratoriais na atenção primária à saúde, colocando em pauta questões como a informatização dos sistemas para melhor integração dos diversos pontos de atenção e do cuidado integral ao usuário. Além disso, foi exposta a ideia do estado em firmar parcerias com laboratórios que possam oferecer exames de qualidade e com resultados em até 24 horas.
Para o secretário Antônio Jorge, a rede não sairá do papel sem a parceria com as sociedades organizadas das análises clínicas e do sindicato dos laboratórios de análises clínicas. ???Queremos proporcionar à população exames laboratoriais com qualidade e rapidez, por isso contamos com a parceria das entidades e sindicato representantes dos laboratórios de análises clínicas???. O secretário ainda falou sobre como tornar efetiva a ideia combinando eficiência e economia. ???Nossa proposta é vender pacotes com um número de exames já preconizados pela assistência, o que irá gerar melhoria na eficiência das análises e resultados dos exames laboratoriais???.
Modelo de referência
Aceitando o desafio de integrar o projeto piloto da Rede de Apoio Diagnóstico em Análises Clínicas da SES, a Agência de Cooperação Intermunicipal em Saúde Pé da Serra (Acispes) inaugurou, em 2007, o Laboratório Intermunicipal de Análises Clínicas Acispes, que em 2010 atendeu mais de 42 mil pacientes e realizou mais de 286 mil exames.
O Laboratório, que tem uma produção mensal de 35 a 40 mil exames, veio sanar uma necessidade dos municípios associados à Acispes, que é proporcionar à população exames laboratoriais com qualidade, rapidez e baixo custo, evitando a subutilização de equipamentos e melhorando o atendimento ao usuário, que já não precisa se deslocar para cidades maiores para ser atendido.
Com o sistema do Laboratório da Acispes, as amostras são coletadas nos municípios e encaminhadas para a sede, localizada em Juiz de Fora, pelos veículos que fazem parte do Sistema Estadual de Transporte em Saúde da SES. No laboratório são realizados testes hematológicos, bioquímicos, hormonais, imunológicos e sorológicos, microbiológicos, parasitológicos e urinálises.
O Laboratório Intermunicipal de Análises Clínicas Acispes, atende, atualmente, 23 municípios e quatro serviços de saúde, em 2009 eram atendidos 10 municípios e quatro serviços de saúde.
Fonte: Agência Minas/Nathalia Freitas



Publicado em: 10/4/2015

Inscreva-se





ÁREA RESTRITA