Boletim Epidemiológico Hepatites Virais 2019


O Boletim Epidemiológico é uma publicação do Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis, da Secretaria de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde (DCCI/SVS/MS). Com informações atualizadas até 2018 sobre os casos de hepatites virais no Brasil, detalhadas segundo variáveis selecionadas, por região e por estado, destacamos:

 

As atuais alternativas para o tratamento da hepatite C, com registro no Brasil e incorporadas ao Sistema Único de Saúde (SUS), apresentam alta efetividade terapêutica.

 

A prevenção da transmissão da hepatite B é prioridade e, para essa resposta, é fundamental aumentar a cobertura vacinal entre meninas e mulheres de 10 a 49 anos, ações no pré-natal, testagem universal, avaliação de tenofovir e a administração de vacina e imunoglobulina ao recém-nascido. Essas medidas combinadas, com todos os insumos disponíveis no SUS, são efetivas para eliminar a transmissão vertical da infecção.

 

Acesse também a Nota Informativa nº 55/2019-CGAE/DIAHV/SVS/MS, acerca das orientações dos critérios de definição de casos para notificação de hepatites virais, com os atuais critérios utilizados pelo Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das Infecções Sexualmente Transmissíveis, do HIV/Aids e das Hepatites Virais

 

Acesse a íntegra do documento aqui.



Publicado em: 23/7/2019

Inscreva-se





ÁREA RESTRITA