Controle externo de qualidade para bancos de sangue e serviços de hemoterapia é obrigatório.


A experiência comprovada do PNCQ em preparar amostras-controle para mais de 5.000 Laboratórios do Brasil, América Latina e Europa também se aplica para os Bancos de Sangue e Serviços de Hemoterapia.

As amostras são validadas e caracterizadas em nosso Laboratório de Referência com testes confirmatórios e referenciadas após cálculos estatísticos de consenso.

  

Preparadas a partir de plasmas humanos de Bancos de Sangue, depois de sua transformação em soro, são estabilizadas e liofilizadas para os testes dos seguintes analitos:

Anti-HIV 1 + 2
Anti-HTLV I/II
HBsAg
Anti-HBc total
Anti-HCV
Anti-T. cruzi (Chagas) e
Sífilis

 

As amostras-controle para o controle da Imuno-hematologia constam de Sangue total para determinação do Grupo Sanguíneo e Fator Rh, e teste de Coombs direto e de Soro para determinação qualitativa e quantitativa do Teste de Coombs indireto

A amostra-controle para a determinação quantitativa dos Fatores da Coagulação é um plasma humano liofilizado. 

As legislações RDC 34:2014 da ANVISA – que dispõe sobre sobre validação de processos das Boas Práticas no Ciclo do Sangue, e a Portaria 158:2016 do M.S. – sobre a caracterização laboratorial dos kits hemoterápicos com Painéis comerciais estão disponíveis em nossa Biblioteca.

Encontre todas as informações do Programa no Manual de Hemocentro e Banco de Sangue 2016-2017 aqui.



Publicado em: 1/2/2017

Inscreva-se





ÁREA RESTRITA