DICAS de apoio ao cliente


Instruções ao paciente
As instruções podem ser dadas oralmente e/ou acompanhadas de uma folha impressa, com ilustrações e informações adicionais, ou exibidas na área de coleta da urina, em linguagem simples para ser entendida pelo paciente/cliente.
Quando houver a coleta simultânea de material para EAS e para outros exames, o paciente deve ser orientado, sempre que possível, coletar separadamente a urina para o EAS.
O laboratório clínico deve informar ao paciente que a qualidade do resultado do seu exame depende do atendimento das instruções informadas referente ao preparo, coleta, armazenamento, transporte e conservação da amostra de urina.

Amostra de urina
A urina de jato médio é o material de escolha para o EAS, exceto quando for necessário o auxílio do coletor auto-aderente para a coleta.
Por solicitação médica, poderá ser feita uma coleta de primeiro jato. Havendo solicitação de urina de primeiro jato e de jato médio, a coleta poderá ser feita concomitantemente, desde que as amostras sejam colocadas em frasco separados e identificados.

Armazenagem e preservação das amostras
O EAS deve ser realizado no prazo máximo de 02 horas após a coleta. Na impossibilidade do teste ser realizado dentro deste prazo, a amostra deve ser refrigerada à temperatura de 2 a 8ºC.

Transporte e recebimento de amostras
O frasco usado na coleta deve possuir tampa fácil de colocar e remover, segura para prevenir vazamentos durante o transporte. O laboratório ao receber uma amostra de urina deve verificar a integridade do frasco, sua identificação, bem como, garantir as condições de armazenamento desde a hora do seu recebimento até o início da análise.



Publicado em: 10/4/2015

Inscreva-se





ÁREA RESTRITA