Mal de Alzheimer pode ser detectado através de biomarcadores contidos no fluido cérebro-espinhal



Medscape Medical News

O fluido cérebro-espinhal contém informações importantes que devem fazer parte do diagnóstico clínico e tratamento de pacientes com moderadas deficiências cognitivas, de acordo com pesquisadores. A usar punções da região lombar, pesquisadores identificaram três biomarcadores que indicam quem tem predisposição para desenvolver o Mal de Alzheimer.
Pesquisadores também detectaram uma marca baixa dos níveis da proteína beta-amilóide 1-42 do fluido cérebro-espinhal, altos índices totais de proteína tau e elevado tau 181P fosforilado. Sobretudo, a sensibilidade diagnosticada foi de 90% para o Mal de Alzheimer, com uma especificidade de 64%. Tais resultados foram compatíveis aos apresentados em três diferentes grupos de informação analisados.

Para ler a matéria na íntegra, acesse:
http://www.medscape.com/viewarticle/726695


Publicado em: 10/4/2015

Inscreva-se





ÁREA RESTRITA