Marcador tumoral poderia ajudar no diagnóstico precoce de tumor no pâncreas


O PALLADIN, um marcador tumoral para câncer de pâncreas, pode ajudar os médicos a reconhecer a doença em seu estágio inicial, quando pode ser tratada com sucesso através de cirurgia. Cientistas mostraram que a proteína PALLADIN é produzida em grandes quantidades no núcleo do tumor, nas células que circundam o tumor pancreático. Pela medida dos níveis desta proteína em amostras de pacientes, os médicos poderão ter um modo mais aperfeiçoado para detectar um câncer letal.

Cientistas da Universidade da Carolina do Norte (UNC), nos Estados Unidos, identificaram uma forma mutante da PALLADIN. Carol Otey, uma das autoras da pesquisa, disse que pela medida dos níveis desta forma de PALLADIN em amostras de pacientes, os médicos poderão identificar a doença muito antes do que acontece hoje. O professor Hong Jin Kim, professor de Cirurgia da UNC, outro autor do estudo, fez a seguinte observação: "Se podemos alavancar a eficiência em termos de diagnóstico a partir desses estudos com a proteína PALLADIN, isso representará um importante ganho clínico para patologistas e gastroenterologistas." O estudo foi publicado em 26 de abril, no jornal eletrônico PLoS One.com.

Versão na íntegra, em inglês:
One.

Related Links:
University of North Carolina at Chapel Hill School of Medicine

Fonte: Labmedica International


Publicado em: 10/4/2015

Inscreva-se





ÁREA RESTRITA