Cientistas tentam criar exame de sangue que aponte câncer de mama


Pesquisadores britânicos tentam desenvolver um exame de sangue a ser usado para detectar o câncer de mama em estágios iniciais, no lugar da tradicional mamografia.


Os cientistas, da Universidade de Leicester e do Imperial College de Londres, vão comparar sangue de mulheres com câncer com o de outras que não tenham a doença para verificar se há uma forma consistente de identificá-la por meio de traços no DNA.


A equipe espera também que o exame de sangue possa melhorar o tratamento da doença, ao analisar se há risco de reincidência e quais tipos de drogas podem combater melhor o câncer.


O estudo foi financiado pela organização Cancer Research UK, que investiu o equivalente a R$ 3 milhões para possibilitar, em breve, estudo clínico de larga escala no Hospital Charing Cross, na capital britânica.


Segundo a principal autora, Jacqui Shaw, o trabalho pode resultar na possiblidade de que um dia esse exame seja feito anualmente, em vez do atual rastreio de mama. Isso eliminaria, por exemplo, a ansiedade e a preocupação das mulheres que, após uma mamografia, são chamadas pelos médicos para novas investigações, na tentativa de ver se elas têm câncer ou não.


De acordo com o coautor Charles Coombes, o que os cientistas estão tentando descobrir agora é quão cedo os sinais de câncer de mama podem aparecer em um exame de sangue. Outros estudos nesse sentido, segundo ele, têm focado em tumores de pulmão e intestino.


Fonte: Bem Estar 



Publicado em: 10/4/2015

Inscreva-se





ÁREA RESTRITA