Obrigatoriedade para o Controle Externo da Qualidade

 

O Controle Externo da Qualidade, obrigatório pela RDC 302:2005 da ANVISA, é um elemento fundamental para a garantia da qualidade do laboratório clínico moderno. Assegurando a comparabilidade dos resultados com outros laboratórios o que permite avaliar o seu desempenho em longo prazo. Através de um programa como o do PNCQ, o laboratório clínico pode:

 

- Obter informações do grau de desempenho analítico de seu laboratório em relação a todos os demais laboratórios participantes do PNCQ;

 

- Detectar alguma não conformidade em seus processos, possibilitando a implantação de ações corretivas ou preventivas, alcançando deste modo um desempenho analítico necessário na avaliação do estado de saúde dos seus clientes;

 

- Comparar seus resultados com os de outros laboratórios que utilizam a mesma metodologia ou outra diferente;

 

- Estudar a influência dos métodos, padrões e calibradores utilizados;

 

- Complementar a utilização do controle interno da qualidade que todo laboratório moderno deve ter em funcionamento;

 

- Os laboratórios clínicos com controle interno de qualidade e que participam de um sistema de avaliação externa podem melhorar continuamente a qualidade do seu serviço e, em consequência, auxiliar no diagnóstico e tratamento das enfermidades dos pacientes.




Inscreva-se





ÁREA RESTRITA